Ganhador da Mega-Sena é preso por não pagar pensão alimentícia

Uma notícia tem sido alvo de muitos comentários nas redes sociais nesta quarta-feira (24). Um sortudo ganhador de um prêmio milionário da mega-sena em 2001, teve a prisão decretada pelo juiz Flávio Luís Dell’Antonio, titular da comarca de Tangará (Santa Catarina). O homem foi parar atrás das grades por não pagar pensão alimentícia no valor de R$ 160 mil.

Segundo o magistrado, o homem disputou judicialmente por cerca de seis anos o prêmio milionário com outro homem. Um acordo realizado entre eles, em 2007, pôs fim ao litígio e os R$ 27 milhões do prêmio foi dividido entre eles. À época, o prêmio corrigido ultrapassava R$ 40 milhões.

O homem continua preso até quitar as três parcelas devidas até junho, além das posteriormente vencidas. Os valores sofrem reajustes e são atualizados com juros e correção monetária. A Justiça não informou que é o beneficiário da pensão alimentícia.

A falta ou o atraso no pagamento da pensão alimentícia pode ensejar na negativação do nome em instituições financeiras de crédito, inviabilidade de empréstimos e emissão de cheque, e na prisão do devedor, entre outras consequências.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...