Vitória da Conquista: morre o 4º cigano acusado da morte de dois policiais militares

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta quinta-feira (15). Morreu o 4º cigano acusado de envolvimento na morte dos dois policiais militares, tenente Neves e o soldado Brito, no distrito de José Gonçalves, em Vitória da Conquista. O homem que foi identificado apenas por Morais da Silva Matos, veio a óbito nessa quarta-feira (14), após ter sido atingido por disparo de arma de fogo dentro de uma farmácia.

Segundo informações do jornalismo local, o homem que é cigano, foi atingido no centro da cidade, na Avenida Crescêncio Silveira e o momento em que o crime aconteceu foi registrado por imagens de câmeras de segurança que capturaram o alvoroço no local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve lo local para fazer o atendimento ao homem atingido, mas a morte foi confirmada logo depois. O crime foi registrado na 77ª Companhia Independente de Polícia que apura a autoria e motivação.

Nessa quarta-feira (14), dois ciganos foram mortos na cidade de Itiruçu, em uma operação da Polícia Militar ao resistirem a abordagem policial e a voz de prisão. Os homens foram identificados como Arlan da Silva Matos e Dalvan da Silva Matos.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Vitória da Conquista: acusado de matar policiais morre em confronto com a Polícia Militar

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (14). Uma operação da Polícia Militar no distrito de José Gonçalves, Vitória da Conquista, na manhã dessa terça-feira (13), terminou com a morte de um homem suspeito de envolvimento na morte de dois policiais militares. O homem morreu ao trocar tiros com os agentes na região de lagoa das Flores e na operação a PM usou grande efetivo policial além de helicóptero para suporte aéreo.

Segundo informações, o suspeito que foi identificado por Ramon Silva chegou a receber atendimento médico no Hospital Geral, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O corpo será encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica.

O tenente Luciano Labarino Neves e o soldado Robson Brito de Matos estavam em uma região investigando denúncias quando ciganos chegaram até o local em dois veículos e executaram os agentes. Após o crime foi montado um grande cerco policial na localidade.

Um homem suspeito foi preso ao dá entrada no mesmo hospital no início da tarde de ontem e uma mulher também foi detida. Os veículos usados no crime foram achados abandonados na zona rural do município. Por meio de nota divulgada nas redes sociais a Polícia Militar lamentou a morte dos policiais.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Barreiras: polícia prende casal acusado de aplicar golpes com objetivo de clonar cartões de crédito; dupla se passava por vendedores de panela

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta terça-feira (29). Um casal foi preso nesse sábado (26), no bairro Novo Horizonte, em Barreiras, suspeito de aplicar golpes naquela região. Os suspeitos se passavam por vendedores de panela com o objetivo de clonar cartões de crédito das vítimas, segundo a Polícia Civil. A prisão da dupla aconteceu após os suspeitos oferecerem as panelas para um policial civil que desconfiou dos dois e acionou a PM.

Depois de efetuada a prisão do casal que aconteceu no bairro Novo Horizonte, apareceram relatos de outras pessoas que foram enganadas e também caíram no golpe. A polícia pede a população que denuncie casos deste tipo de golpe que tem se acontecido com frequência na cidade. Mas não é só isso…

O casal suspeito foi encaminhado pela Polícia Militar para a Delegacia Territorial de Barreiras e preso em flagrante acusados do crime de estelionato. A Polícia Civil investigará o caso.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

São Gonçalo dos Campos; confusão por desfile de mini trio termina com o prefeito conduzido até a delegacia pela PM

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta quinta-feira (24). Um evento promovido e organizado pela prefeitura de São Gonçalo dos Campos, cidade que fica localizada a 108 km de Salvador, terminou em confusão entre a direção e a Polícia Militar. Para a realização do evento que foi chamado de ‘Forró itinerante’, foi contratado um mini trio que circularia pelas ruas trazendo apresentações de artistas locais nos dias 22 a 26 de junho. Entretanto, a Polícia Militar impediu que o evento acontecesse.

De acordo com o prefeito local o mini trio tentou circular pelas ruas da cidade no dia 22 mas foi impedido pela Polícia Militar. No dia 23 houve nova tentativa de circulação do veículo, mas novamente foi barrado. Nesta quinta-feira (24), o motorista do mini trio foi colocado na viatura pelos policiais militares em razão de um decreto do governador que proíbe eventos juninos em todo o estado. Segundo informações o motorista ainda estava sem a carteira nacional de habilitação.

A população local se revoltou e quis impedir que o motorista fosse conduzido. O prefeito esteve no local e houve confusão envolvendo a população que queria a liberação do motorista. Com o reforço policial houve formação de barreiras e a guarnição pediu que veículos que faziam o bloqueio da rua fossem retirados do local, além de um outro que precisou ser guinchado. A Polícia Militar pediu que o prefeito fizesse a retirada de seu veículo do local e o pedido não foi acatado o que gerou a condução do chefe do executivo até a delegacia dentro de uma viatura. Na ocasião o advogado do prefeito também foi conduzido. Mas não é só isso…

O prefeito lamentou a atuação da PM na cidade: “Uma ilegalidade prender um cidadão trabalhando, é a mesma viatura que estava horas atrás fazendo nada. A maior autoridade daqui do município é o prefeito, venha o governador dizer por qual razão pode ter carro de som em Salvador, Senhor do Bonfim e aqui não pode”, desabafou o prefeito, em transmissão ao vivo por meio das redes sociais. Durante a confusão o prefeito colocou seu veículo no meio da rua e até sentou no chão para impedir a saída das viaturas da PM.

O argumento do prefeito foi que ano passado o mesmo evento tinha acontecido e que a administração local não é obrigada a acatar determinações estaduais uma vez que possuiu seus próprios decretos. Não obstante o decreto estadual proibindo qualquer festividade junina este ano, em razão do período da pandemia, há também uma orientação da Procuradoria Geral da Justiça nesse sentido.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Bebê de seis meses é atendida em UPA com mais de trinta lesões pelo corpo e médica aciona a PM

Uma notícia tem circulado pelas redes sociais nesta quarta-feira (12). Na noite dessa segunda-feira (10), por volta de 22h30, uma médica acionou a Polícia Militar e o Conselho Tutelar após fazer o atendimento de uma bebê de seis meses que tinha pelo menos 30 lesões pelo corpo. O caso aconteceu em Anápolis que fica 55 km distante de Goiânia.

De acordo com informações, o pai da bebê foi encaminhado à delegacia e contou a polícia que não sabia o motivo pelo qual a bebê apresentava os hematomas e foi liberado na sequência. A bebê está internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospital de Goiânia e seu estado de saúde é considerado grave. Mas não é só isso…

A criança deu entrada inicialmente em Unidade de Pronto Atendimento Pediátrico em Anápolis e a mãe da bebê disse aos policiais e ao Conselho Tutelar que o pai da criança a segurava no colo quando percebeu que ela precisava de atendimento por não estar bem.

A mãe disse que o bebê estava ‘molinho’ no colo do pai e acionou o Corpo de Bombeiros, que levou a criança ao hospital. A mãe foi junto acompanhando”, contou Miqueias Duarte, do Conselho Tutelar.

A médica responsável pelo atendimento da bebê, acionou as autoridades públicas por desconfiar que a criança sofria maus-tratos. De acordo com as informações, a bebê foi transferida para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), e segundo a TV Anhanguera, ela está em estado grave respirando com a ajuda de aparelhos.

Segundo o Conselho Tutelar não tem reclamações anteriores referentes a maus-tratos por parte dos pais da bebê, porém é esperado um posicionamento da polícia para uma possível relação dos hematomas com maus-tratos.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Vitória da Conquista: Polícia Militar encerra festa com aglomeração de mais de 100 pessoas

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (9). A 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista), dispersou uma festa em um sítio com aglomeração de mais de 100 pessoas. A polícia encaminhou para a delegacia onze pessoas além do dono do local que foi autuado por desrespeitar o decreto estadual que estabelece protocolos de prevenção e disseminação da Covid-19. Mas não é só isso…

Uma denúncia fez com que a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), acionasse uma equipe da polícia até o sítio Dois Irmãos, no Parque Imperial, local onde o evento foi organizado. Segundo informações do capitão Ricardo Moreira, os envolvidos alegaram que o evento seria pra ser pequeno mas tomou outras proporções. Um equipamento sonoro foi apreendido pelos agentes e as pessoas foram dispersadas.

“Ninguém usou máscara ou tomou qualquer medida de prevenção e combate contra a covid-19”, contou o capitão Ricardo Moreira.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...