Após fala homofóbica, Sikêra Jr. perde 71 patrocinadores e terá que pagar indenização de R$ 10 milhões em ação movida pelo MPF

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quarta-feira (21). A fala recente do apresentador Sikêra Júnior no programa Alerta Nacional, da RedeTV!, a qual ofendeu a comunidade LGBTQIA+, fez com que o apresentador perdesse 71 empresas que anunciavam em seu programa. Sikêra terá ainda a obrigação de pagar uma multa por danos morais no valor de R$ 10 milhões, em uma ação movida pelo MPF, Ministério Público Federal, contra a RedeTV! e o apresentador.

Diante da declaração feita por Sikêra Jr. na qual chamou os homossexuais de ‘raça desgraçada’, empesas como BMW, Ford, Tim, TLC, Casas Bahia, Samsung, Renault, Caixa Econômica Federal, além de outras, pararam de anunciar no programa. Sikêra Jr. também perdeu seu perfil no Instagram que tinha mais de 6 milhões de seguidores. Mas não é só isso…

Em 2020, Sikêra teve falas homofóbicas divulgadas em seu programa e foi condenado a pagar R$ 30 mil de indenização para a modelo transexual Viviany Beleboni, que representou Jesus Cristo, em 2015, na parada do Orgulho LGBTQIA+. Sikêra fez referências à modelo ao falar de um casal de mulheres lésbicas que havia cometido um crime. A campanha do  Sleeping Giants Brasil iniciou um movimento no qual as marcas deixaram de apoiar o apresentador em respeito aos valores defendidos por elas.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Sikêra Júnior sofre boicote e perde salário de R$ 60 mil de patrocínio após xingar gays em seu programa

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (30). O apresentador Sikêra Júnior perdeu mais um patrocínio nessa terça-feira (29). A Sorridents retirou o investimento em publicidade que fazia no Programa Alerta Amazonas/Nacional, após ceder a pressão do grupo Sleeping Giants. Segundo informações a empresa pagava um salário de R$ 60 mil ao apresentador Sikêra Júnior.

“A Sorridents, uma empresa que nasceu com o propósito de cuidar das pessoas e dos sorrisos dos brasileiros sem nenhum tipo de distinção, vem a público esclarecer que rompeu o contrato com o Programa Alerta Amazonas/Nacional e o apresentador Sikêra Jr. por conta das últimas citações do apresentador que ferem diretamente as convicções da marca, que é feita de gente que cuida de gente e que preza a todo momento pela igualdade e diversidade em todas as situações”, comunicou a empresa por meio de nota.

De acordo com informações, o fato do apresentador Sikêra Júnior ter chamado homossexuais de ‘‘raça desgraçada’’ durante edição do Alerta Nacional nessa sexta-feira (25), implicou o rompimento de contratos de patrocínio de quatro empresas com a Rede TV! e com a TV A Crítica. Sikêra Júnior disse recentemente em seu programa que a Sorridents o pagava um pouco mais de R$ 60 mil por mês pelos anúncios. O apresentador fez esta revelação após ser citado na CPI da Covid como beneficiário de campanhas publicitárias alinhadas ao governo.

A Seara informou nessa terça-feira (29) que não anuncia no Alerta Nacional desde o dia 9 de junho. O grupo Sleeping Giants criou uma pressão tão grande nas empresas que patrocinam o programa de Sikêra Júnior na Rede TV! que a hashtag #DesmonetizaSikera figurou durante oito horas entre os assuntos mais comentados do Twitter. Mas não é só isso…

Em razão da pressão feita e diante da repercussão do caso empresas como Tim, MRV e HapVida anunciaram o cancelamento de seus contratos com a Rede TV! e a TV A Crítica. Pouco tempo depois a Sorridents anunciou o rompimento de seu contrato. O Magazine Luiza possui vídeos publicitários que são exibidos no canal do programa, no You Tube, e anunciou também a retirada de todos os seus anúncios e campanhas veiculadas ao programa na internet.

Na edição do Alerta Nacional dessa terça-feira (29), o apresentador Sikêra Júnior se manifestou sobre as suas falas e pediu perdão a quem se ofendeu, mas ressaltou que o seu posicionamento e opinião permaneciam iguais.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...