Lula defende novo programa de Bolsonaro que vai substituir Bolsa Família

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (20). O O ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva (PT) se mostrou favorável e defendeu o Auxílio Brasil, criado pelo governo federal para ser o substituto do Bolsa Família. O programa social foi criado na primeira gestão do ex-presidente Lula.

De acordo com o ex-presidente Lula, o valor disponibilizado deveria ser acima de R$ 400, quantia proposta inicialmente pelo governo federal. O petista ainda fez críticas a quem é contrário ao novo programa social.

“Eu não penso assim. Faz mais de 5 meses que o PT pediu um auxílio de 600 reais. O PT pediu um novo Bolsa Família de 600. Problema dele se tentar tirar proveito disso. Se alguém acha que vai ganhar um auxílio de R$ 600 paciência, eu acho que ele tem que dar”, contou o ex-presidente Lula nesta quarta-feira (20), em entrevista exibida ao programa Isso é Bahia, na rádio A Tarde FM 103,9.

Algumas divergências entre o Planalto e a equipe econômica resultou no adiamento do Auxílio Brasil, previsto inicialmente para essa terça-feira (19). O valor proposto extrapola o teto do orçamento de gastos. O benefício deverá ser pago até dezembro de 2022, de acordo com previsão inicial do governo federal.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

‘Ninguém quer receber a faixa presidencial de você’, diz Lula sobre declarações de Bolsonaro

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quarta-feira (21). Em resposta as declarações recentes feitas pelo presidente Jair Bolsonaro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o chefe do executivo e alfinetou: “Pare de ser estúpido. Ninguém quer receber a faixa (presidencial) de você. Pode deixar que o povo vai empossar o presidente eleito em 2022. E não será você”, disse o ex-presidente durante uma entrevista a uma rádio.

A fala do ex-presidente veio em um momento que o presidente Bolsonaro tem criticado de forma contundente a urna eletrônica e o processo eleitoral. Bolsonaro disse que entregaria a faixa presidencial para qualquer um, caso perdesse em ‘‘eleições limpas’’, que segundo o presidente só é possível por meio de escolhas registradas em papel.

Bolsonaro havia divulgado um evento no Palácio do Planalto com “hackers do bem”, na manhã dessa terça-feira (20), para apresentar supostas evidências da vitória de Aécio Neves (PSDB) diante de Dilma Rousseff (PT).

Segundo o TSE, todas as fases atuais do processo eleitoral já são auditáveis e todo o trâmite é acompanhado por integrantes dos partidos políticos em tempo real. A Corte aponta que o retorno do voto impresso colocaria em risco o sigilo do voto e possibilitaria a prática da compra de eleitores.

Lula aproveitou a entrevista para fazer críticas ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, que sugeriu alteração do sistema político brasileiro para o semipresidencialismo, a partir de 2026.”É outro golpe para tentar evitar que nós possamos ganhar as eleições”, disse Lula se equivocando e fazendo referência à próxima eleição.

No sistema político como o semipresidencialismo, a exemplo da França e Portugal, o presidente é escolhido pelo voto popular enquanto a chefia de governo fica a cargo do primeiro-ministro que é escolhido pelos parlamentares.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

‘Ninguém comia picanha’, diz viúva de MC Kevin ao se referir à época anterior a Lula e declarar apoio ao petista em 2022

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste domingo (18). Em entrevista concedida ao ‘011 Podcast’, Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, recordou o passado sem recursos financeiros e disse que votará no ex-presidente Lula nas próximas eleições. Deolane falou do passado difícil e atribuiu ao ex-presidente Lula a melhora em sua qualidade de vida.

Ninguém comia picanha, filho. Veio comer picanha depois que o Lula brotou. Então é isso, Lula 2022. Eu não sou esquerda nem direita, sou Lula mesmo. Ele pode estar em qualquer lado. Eu sou canhota, torta, mas eu sou Lula. Até porque eu vou no meu Nordeste, eu vejo o que era antes, o que é hoje”, disse durante a conversa. Mas não é só isso…

Gente, não tem mais mortalidade infantil depois que ele surgiu. E a prova tá aí. O nosso Supremo absolveu o homem. Papai Lula, ó meu Deus, eu amo ele demais”, concluiu a viúva.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Pesquisa aponta Lula com 35% das intenções de voto enquanto Bolsonaro aparece com 33%

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (10). Recente pesquisa realizada pelo Instituto Orbis nos dias 7 e 8 de julho mostra a intenção de voto do eleitor para a eleição presidencial em 2022. A pesquisa apontou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 35,7% das intenções de voto dos brasileiros enquanto o presidente Jair Bolsonaro tem 33,5% das intenções.

De acordo com a pesquisa 8% dos brasileiros votariam no ex-juiz Sergio Moro e 6,8% escolheriam o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) para presidente. O atual governador de São Paulo tem 3,1% da intenção do eleitor e o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta (DEM) aparece com 2,5%. Votos brancos ou nulos tem 4,5% na pesquisa e 5,9% dos entrevistados não souberam opinar.

Segundo a pesquisa 38,6% das mulheres votariam no ex-presidente Lula e 28,9% escolheriam Bolsonaro. Entre os homens 31,6% escolheriam Lula ao passo que 39,6% votariam em Jair Bolsonaro. De acordo com a pesquisa 43,9% dos jovens entre 16 e 19 anos escolheriam Lula e na mesma faixa de idade 24% votariam em Bolsonaro. O presidente Bolsonaro e o ex-presidente Lula aparecem empatados com 35,4% e 35,2% respectivamente, entre os eleitores de 20 a 35 anos.

Na análise feita por região se verificou que no Centro-Oeste, Norte e Sul, o presidente Bolsonaro aparece à frente das pesquisas com 41,7%, 37,8% e 44,4% respectivamente. Nas regiões Nordeste e Sudeste o ex-presidente Lula lidera com 43,4% e 34,6% das intenções de voto.

Em um confronto no segundo turno entre Bolsonaro e Lula, o ex-presidente venceria com 46,8% das intenções de voto enquanto Bolsonaro teria 38,9%. Votos brancos ou nulos somam 11,4% e não souberam opinar 2,9%.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Disputa entre Ciro x Lula aumenta tensão entre PT e PDT e base eleitoral teme por projetos no Ceará

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (5). As divergências políticas em âmbito nacional envolvendo o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o ex-presidente Lula (PT), prováveis nomes a concorrerem à presidência da República em 2022, têm gerado um clima de tensão que só aumenta entre pedetistas e petistas no Ceará. Os conflitos têm colocado uma ‘‘pá de cal’’ na boa relação entre os dois partidos, desgastada ao longo dos anos, e colocado em xeque os projetos no estado.

De acordo com líderes dos dois partidos no Ceará, o governador Camilo Santana (PT), será o nome a promover a trégua entre PT e PDT, com o objetivo de conservar a parceria político-administrativa para a sucessão ao governo do estado.

A boa relação entre PT e PDT diminuiu em 2018 com divergências políticas surgidas nas eleições presidenciais. Ciro Gomes, de um lado, era candidato a presidência da República pelo PDT e esperava ser apoiado pelo PT, o que segundo ele não aconteceu. O PT tinha como candidato Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo.

Ainda no primeiro turno o ex-ministro Ciro Gomes fez diversos ataques ao PT, como por exemplo o longo período no poder atrelado aos casos de corrupção denunciados pela Operação Lava-jato. No segundo turno das eleições de 2018, que tinha Jair Bolsonaro e Fernando Haddad como opções, o pedetista não fez campanha para o PT, mas optou por viajar para a Europa e se distanciar do pleito. Mas não é só isso…

As tentativas de trégua ocorridas até hoje entre Ciro Gomes e Lula foram patrocinadas sobretudo pelo governador Camilo Santana, que é a maior liderança petista no Ceará. Houve uma reunião entre eles em 2020, em São Paulo, na sede do Instituto Lula, gerando especulações de uma possível trégua entre PT e PDT, com objetivos eleitorais para 2022. Apesar da aparente trégua entre Lula e Ciro Gomes, a tensão tem aumentado atualmente com o pedetista fazendo críticas ao PT e ao ex-presidente Lula.

“Sairá da cabeça da nação brasileira essa espada que obriga a esquecer todas as contradições do Lula e do PT só para se livrar do mal maior, mais emergente, mais doído, que é a tragédia do genocida e corrupto Bolsonaro”, contou Ciro Gomes ao site Uol, nessa sexta-feira (2).

Da redação do Acontece na Bahia

 

Ver completo...

Ex-presidente Lula visitará a Bahia entre os dias 15 e 20 de julho em agenda política

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (2). De acordo com lideranças políticas do PT na Bahia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deve visitar o estado entre os dias 15 e 20 de julho. O vice-presidente do PT, Márcio Macêdo, havia confirmado no mês passado que Lula voltaria ao Nordeste para reencontrar aliados e buscar apoio para as eleições de 2022.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, também confirmou a informação sobre a visita de Lula ao Nordeste.“Em julho vocês se reencontram com o presidente Lula, ele está ansioso, já tomou as duas doses [da vacina contra Covid-19], e está aguardando a taxa de imunização da população melhorar”, informou Haddad em entrevista ao Bahia Notícias no Ar, no último dia (23). Mas não é só isso…

A confirmação da visita do petista deve sair na próxima segunda-feira (5), assim como os locais por onde passará o ex-presidente Lula. O objetivo de Lula na visita é reaproximação com líderes locais do PSB e MDB, legendas que estão distantes do Partido dos Trabalhadores ao londo dos últimos anos e foram favoráveis ao impeachment de Dilma Rousseff. Alex Futuca, presidente do MDB confirmou que o partido deseja se reaproximar do PT e de Lula.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Bolsonaro afirma que STF planeja vetar o retorno do voto impresso para Lula se eleger ‘na fraude’

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (1).Em conversa com seguidores nesta quinta-feira, o presidente Bolsonaro afirmou que três ministros do STF planejam barrar o retorno do voto impresso nas eleições de 2022.O presidente afirmou que os ministros estão nos bastidores atuando contra a proposta.

Tem uma articulação de três ministros do Supremo para não ter voto auditável. Se não tiver, eles vão ter que apresentar uma maneira de termos eleições limpas. Se não tiver, vão ter problemas no ano que vem. Eu estou me antecipando a problemas para o ano que vem. Como está aí, a fraude vai ser escancarada.”

O chefe do executivo federal não citou nomes, mas acusou os ministros do STF de tornar o ex-presidente Lula elegível para que pudesse ganhar em 2022, por meio de ‘‘fraude’’. Mas não é só isso…

Já está arranjado dinheiro para as eleições, para comprar as impressoras. Então, nós queremos eleições limpas no ano que vem, porque tiraram o Lula da cadeia, tornaram elegível para ele ser presidente na fraude, isso não vai acontecer”, disse.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Ex-presidente Lula se reúne com presidente do Senado para pedir a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (6).O ex-presidente Lula terá uma reunião política em Brasília com o atual presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e na ocasião pedirá a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600.

O ex-presidente aproveitará a conversa para propor ações que de alguma forma possam contribuir para otimizar a vacinação da população brasileira, buscando usar de sua influência política para criar ações afirmativas no combate a pandemia de Covid-19, algo que tem gerado certa apreensão por parte do governo, de acordo com informações da coluna Radar.

Segundo informações, a reunião agendada com o presidente do Senado foi um requerimento feito pela bancada do PT no Senado. Entretanto, o encontro entre o petista e o presidente do Senado é algo que poderá não acontecer apesar de estar na agenda, em razão de vários encontros previstos entre o ex-presidente Lula e diversas embaixadas.

O encontro com o petista ainda não foi incluído na agenda oficial pelo presidente do Senado mas integrantes do Partido dos Trabalhadores têm se mobilizado para que o encontro aconteça.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Rui Costa, Lula, João Dória e outros políticos lamentaram a morte do ator Paulo Gustavo: “Seu talento jamais será esquecido.”

O Brasil amanheceu mais triste nesta manhã de quarta-feira (5) após a notícia da morte do ator e humorista Paulo Gustavo na noite de ontem (4).

Diversas personalidades lamentaram a morte precoce do ator, que foi mais uma das vítimas da Covid-19.

“Recebi com muita tristeza a notícia da morte de Paulo Gustavo. A covid levou hoje mais um de nós. Um grande brasileiro, que brindou nosso país com tanta alegria. Descanse em paz. Seu talento jamais será esquecido.”, afirmou o ex-presidente Lula em seu perfil no twitter.

“Brasil perde Paulo Gustavo. Um dos maiores nomes do showbiz do Brasil na última década. Paulo Gustavo deixa enorme legado ao teatro, tv e cinema do País. Meus sentimentos aos familiares e amigos.”, lamentou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

O atual governador da Bahia, Rui Costa (PT), também prestou homenagem ao ator: “Um jovem talentosíssimo, com uma carreira de sucesso e um futuro promissor. Paulo Gustavo também era filho, marido e pai de duas crianças. Mais uma história interrompida pela Covid-19. Deixa a família e uma legião de fãs. Que triste! Meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs.”

Paulo lutava contra a doença desde de março deste ano e deixou para trás seu marido, Thales Bretas, e dois filhos, Romeu e Gael, de 1 ano.

Da redação Acontece na Bahia

Ver completo...