‘Ele pegou uma faca na gaveta’, diz Pamella Holanda ao falar das agressões cometidas por DJ Ivis

Uma notícia tem gerado muita polêmica nesta segunda-feira (19). A ex-mulher de DJ Ivis, Pamella Hollanda, falou em entrevista que foi a ar neste domingo (18), no Fantástico, sobre as agressões cometidas pelo ex-marido. Pamella falou na ocasião sobre a sua atitude de divulgar o vídeo com o registro das agressões que sofreu de Iverson Araújo, DJ Ivis, captado por imagens de câmeras de segurança do circuito interno de monitoramento, no qual a arquiteta aparece sendo agredida na presença da filha e de outras duas pessoas.

Durante a entrevista, Pamella disse que as agressões começaram quando foi morar com DJ Ivis, em 2020, e continuou durante todo o ano, período em que estava grávida. De acordo com Pamella, as piores agressões ocorreram quando ela estava grávida de cinco meses. “Eu estava grávida da Mel, de cinco para seis meses (…) (Ele) me segurou pelo pescoço e foi me arrastando do corredor até o sofá”, disse.

A ex-mulher do DJ Ivis falou ainda de outro caso de agressão ocorrida este ano. Em uma briga que teria sido motivada por ciúmes, Pamella conta que teria caído no chão sem conseguir respirar direito e disse ainda que uma babá teria sido demitida por presenciar uma das agressões. Disse ainda que em julho houve uma briga também motivada por ciúmes e nesta ocasião ela teria sido estrangulada dentro do apartamento. Em outra briga Pamella conta que DJ Ivis pegou uma faca. A arquiteta contou que o pior não aconteceu por ajuda de uma mulher que trabalhava como governanta para a família.”Ele pegou uma faca na gaveta da cozinha. A funcionária dele foi e segurou braço dele”.

Pamella disse que encontrou forças para divulgar as imagens de agressão contra ela em sua filha. DJ Ivis foi preso preventivamente e deve responder por dois inqritos. As músicas de sua autoria foram excldas das plataformas digitais.Por fim Pamella contou que ainda teme pela fúria do ex-marido.”Tenho muito medo, e vou continuar com medo um bom tempo”, contou.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Paulo Afonso: Polícia prende suspeito de tirar a vida de duas pessoas com requintes de crueldade; homem carregava orelha da vítima na carteira

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (15). Foi preso na manhã dessa sexta-feira (14), no município de Paulo Afonso, interior da Bahia, um homem acusado de cometer dois homicídios. Segundo apontou as investigações da polícia, o homem teria tirado a vida das vítimas com golpes de faca e na sequência ateava fogo nos corpos ainda no local.

O primeiro homicídio que ele é suspeito de ter praticado foi em 2018, na ocasião, segundo relatos de testemunhas, ele cortou as orelhas da vítima e levou dentro de uma carteira para mostrar a colegas no intuito de se gabar por ter cometido o crime. E ainda relatou ter matado a vítima porque ela rasgou seu short favorito”, disse o delegado João Henrique Nunes dos Santos, da Delegacia Territorial da cidade. Mas não é só isso…

De acordo com as investigações, o homicídio mais recente que o suspeito teria cometido ocorreu com as mesmas características do anterior e trouxe curiosidade nos investigadores que chegaram no homem acusado de ser o autor dos crimes. “Após a gente checar a ocorrência, percebemos que era mais um crime bárbaro. Ainda estamos ouvindo testemunhas para chegar na motivação”, continuou o delegado.

A polícia informou que as investigações continuam para embasar o inquérito e que o suspeito já se encontra a disposição da justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Ver completo...

Homem tira a vida da vizinha que se recusou a lhe conceder empréstimo de R$ 800

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (8). O assassinato de Nayara de Jesus Santos, 43 anos, que foi encontrada sem vida dentro de sua própria casa, na rua Batuíra, 127, na Vila Moraes, região do Sacomã, na zona sul de São Paulo, chocou a população pela forma como aconteceu.

De acordo com informações, Nayara teria sido assassinada na noite de quinta-feira (6) às 21h45, por um vizinho e o motivo pelo qual Nayara perdeu a vida teria sido em razão de recusar dar um empréstimo de R$ 800 ao acusado.

O corpo de Nayara de Jesus Santos foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), nesta sexta-feira (7) onde passou por exames necroscópicos e aguardava a chegada da família. Mas não é só isso…

O acusado conhecido como Caique se descontrolou em razão da mulher não poder ajudá-lo como tinha o hábito de fazer. Nayara alegou que estava sem dinheiro para conceder o empréstimo. O homem não acreditou na alegação de Nayara em razão da mulher ter comprado recentemente um apartamento e decidiu então matar a vítima com uma faca.

O namorado da mulher estranhou o fato dela não responder seus contatos e acionou a polícia. O suspeito que fugiu com a chegada da polícia, já cumpriu pena por homicídio e há um ano estava em liberdade. Objetos pessoais da vítima foram encontrados pela polícia na casa do acusado e o caso foi registrado no 26º DP (Sacomã).

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...