Esposa de Lázaro Barbosa diz que o marido estava desesperado e fez contato por meio do celular da ex

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta terça-feira (29). A esposa de Lázaro Barbosa, Helen, afirmou em entrevista a TV Record, que havia recebido áudios do marido. De acordo com Helen, Lázaro teria se comunicado por meio do celular da ex-companheira dele, Luana, suspeita de colaborar com o fugitivo e ter ganho R$ 300.

Existe a confirmação que Lázaro Barbosa esteve na casa da ex-mulher no dia anterior ao do confronto com os policiais, fato que foi confirmado por Luana e Helen. De acordo com Luana, Lázaro esteve em sua casa, pediu seu celular e se comunicou com a atual esposa. Helen contou que foi um susto notar as mensagens de Lázaro.”Oi, oi, oi, é eu”, escreveu Lázaro.

‘‘Respondi ‘oi’ e ele falou: ‘Olha, a polícia tá botando um monte de crime no meu nome dizendo que foi eu que fiz, e não foi. Estão botando um monte de crime nas minhas costas. Estou desesperado porque estão prendendo um monte de gente que não tem nada a ver comigo, que não me ajudou.’’

Na sequência Helen disse que pediu a Lázaro para se entregar à polícia e ele disse que não iria fazer isso.”‘Moço, pelo amor de Deus, se entrega. Tem advogado, tem defensor público. Eles não vão te matar’, e ele disse que não ia se entregar”, ressalta. Segundo Helen a filha de Lázaro sentia saudades do pai e pedia pelo seu retorno.”Ele me pediu para levar a criança até ele, e eu disse: ‘Você tá louco?'”, questionou ela. Helen disse que apagou a conversa para não comprometer Luana.

Luana conta que ficou surpresa com a chegada de Lázaro em sua casa. O fugitivo foi filmado por câmeras de segurança próximo ao local, em Águas Lindas de Goiás.”Ele me pegou de surpresa, jamais pensei que viria atrás de mim. Eu não tenho o número dele, não tenho o telefone dele, nunca conversei com ele durante a caçada”, contou. Mas não é só isso…

Com relação a morte de Cláudio Vidal de Oliveira, de 48 anos, Carlos Eduardo Marques Vidal, de 15, Gustavo Marques Vidal, de 21, e Cleonice Marques, de 43, o fugitivo disse que foi o responsável e explicou o motivo.”Ele me falou que essa catástrofe que aconteceu na vida dele foi real, disse que quando chegou lá as pessoas já vieram com a arma para cima dele. Ele disse que tinha matado mesmo, pelo simples fato de terem recebido ele de má forma”, afirmou Luana.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, disse em entrevista que o fugitivo Lázaro Barbosa não agiu sozinho e que as investigações iriam continuar para apurar o envolvimento de outras pessoas que tinham interesse na fuga de Lázaro.”Ele era informado do deslocamento da polícia. Não era uma pessoa, como se pensava, que estivesse sozinho, sem proteção nenhuma na mata. Está bem claro para nós, estão avançando as investigações para saber a quem interessava manter esse contato e por que ficaram escondendo o Lázaro e facilitando a fuga”, concluiu Caiado.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Esposa de MC Kevin afirma que não sabia com quem o cantor estava no quarto e diz que não acredita em suicídio

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (18). Deolane Bezerra, advogada e mulher de MC Kevin, foi chamada a prestar depoimento à polícia na madrugada dessa segunda-feira (17), e informou aos policiais que não sabia com quem o cantor estava no momento anterior à queda do 5ºandar do prédio, no qual Kevin estava hospedado.

No depoimento, a mulher de MC Kevin disse aos agentes que no momento em que o cantor caiu do prédio ela estava no 13º andar do hotel Brisa Barra em companhia de uma amiga quando foi avisada que o funkeiro tinha caído. Mas não é só isso…

A advogada disse no depoimento que MC Kevin usou drogas durante o dia e tinha feito uso de bebida alcoólica desde o sábado (15). Falou ainda que Kevin não tinha inimigos e nem motivos para cometer suicídio. A polícia investiga se MC Kevin teria pulado da sacada para a piscina ou se teria saltado da janela para não brigar com sua mulher.

Da redação do Acontece na Bahia

 

Ver completo...

Mulher que foi envenenada pelo marido com substância comprada pela internet morre em MG

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (8).Gisele Lidiane da Silva Rocha Queiroga, 37anos, que havia sido envenenada pelo marido no mês passado, morreu nessa sexta-feira (7), em Belo Horizonte, onde fazia tratamento para desintoxicação de dietilenoglicol. O corpo de Gisele foi liberado às 11h, de acordo com o serviço funerário. Mas não é só isso…

As investigações apontaram que o companheiro de Gisele havia comprado a substância pela internet e pago R$ 35 por ela. Kleber Pires de Queiroga, de 42 anos, colocou a substância num copo de cerveja e aguardou o momento ideal para oferecer a esposa. Gisele tomou a substância em 11 de abril e dois dias depois procurou atendimento no hospital Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Após a mulher ter uma piora em seu estado de saúde ela foi transferida no mesmo dia para o Hospital Municipal de Contagem. Na sequência ela foi transferida para Belo Horizonte onde precisou ser internada em UTI, mas não resistiu às complicações e veio a óbito. O marido procurou a polícia e foi preso após confessar o crime.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Barra do Rocha: polícia indicia homem que difamava a própria esposa por meio da internet

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta sexta-feira (7). O homem suspeito de difamar a própria esposa por meio da internet foi identificado e indiciado pela Polícia Civil, na cidade de Barra do Rocha, que fica 389 km distante de Salvador. A polícia realizou uma operação nessa quinta-feira (6) com o objetivo de cumprir oito mandados de busca e apreensão em Barra do Rocha, Itagibá e Ipiaú. O homem identificado pelas iniciais E.M.O.S tinha como principal vítima a sua companheira.

Durante meses (ela) sofreu tortura psicológica, recebendo de forma reiterada mensagens com teor ofensivo, que foram desgastando sua autoestima e acabando com sua confiança em si mesma, transformando-a num punhado de dúvidas e medos. Com o tempo, tais mensagens desabonando sua imagem começaram a ser enviadas para seus familiares, inclusive até mesmo a sua filha de 8 anos recebeu e foi alvo de ameaças por parte do agressor”, explica o delegado Nadson Pelegrini.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito usou para cometer estes crimes mais de 15 linhas telefônicas cadastradas em nome de outras pessoas que desconheciam o uso indevido de seus CPFs para o cometimento de ilegalidades. A Polícia Civil informou que o acusado usou os CPFs dos padrinhos de casamento e também do pastor que realizou a cerimônia. O delegado responsável ainda informou que o homem e a vítima se casaram há pouco mais de dois meses. Mas não é só isso…

O criminoso, durante meses, através de números diversos, enviava mensagens ofendendo a honra e diminuído a vítima, ao mesmo tempo que enviava mensagens colocando-se como objeto de desejo, fazendo assim uma confusão na cabeça da vítima, que passava a dar mais valor ao investigado, já que, em tese, enquanto ela estava sendo humilhada, seu marido estava sendo exaltado. A maioria das mensagens fazia menção a relacionamentos passados da vítima (principalmente com um vereador da cidade), enquanto outras diziam desejar o investigado e que tomariam ele da vítima”, comentou o delegado Nadson Pelegrini.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...