Whindersson Nunes fala da dor de ter perdido seu filho em vídeo comovente com participação de Seu Jorge

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta terça-feira (20). Em um vídeo atípico, o humorista Whindersson Nunes falou da dor do luto após perder o seu filho João Miguel, que nasceu prematuro de 22 semanas e faleceu dois dias depois do parto. O bebê era fruto da união do humorista com Maria Lina.

“Às vezes eu sinto o cheiro do fundo do poço. Tem dias que na minha cabeça só fica rolando um eco, sabe? Imaginava meu filho subindo no palco comigo em Manus”, desabafa o humorista em um trecho do vídeo que leva o nome de “Psquiatra”, no qual o humorista conta as suas dores para um profissional de saúde mental.

Com participação de Seu Jorge e roteiro de Whindersson Nunes em parceria com Bruno Lima, o vídeo relata os conflitos com a fama, público e os meios de lidar com a dor.”Fico fora da realidade porque parece que sou um monte de gente. Só que eu não sou um monte de gente. Tá legal que um monte de gente me vê, mas eu não sou um monte de gente. Eu só sou eu mesmo”, diz.

“Famoso é trabalhar onde, doutor? Famoso não é trabalho. Trabalho é o cara que cata lixo, o que é pedreiro, o que é ator…” disse. “Você precisa se informar, ajudar os seus. Você precisa colorir seus pensamentos”, orienta Seu Jorge, que faz o papel do psquiatra na produção.

O humorista explicou que seus vídeos permanecerão sem alterações e que a produção deste conteúdo foi uma forma que achou para que pudesse retornar ao YouTube.”Logo mais tem paródia, vlogs e tudo mais. Isso que eu fiz é só um pontapezinho para a gente se sentir bem e seguir em frente. E vamos simbora”, concluiu.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...