Graciele Lacerda fala sobre o seu relacionamento com Zezé de Camargo e diz porque decidiu abrir mão dos bens do cantor

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (14). A noiva de Zezé de Camargo, Graciele Lacerda, usou as redes sociais nessa quinta-feira (13) para se comunicar com seus fãs e contar um pouco sobre sua vida pessoal e o relacionamento com o cantor. Na ocasião Graciele aproveitou para falar sobre o seu contrato de união estável com Zezé de Camargo e disse que está junto com o cantor por pelo menos 10 anos.

“Abri mão do que ele tinha. Hoje construímos muita coisa juntos, tem dinheiro dele e meu também”, contou Graciele, afirmando que optou por abdicar dos bens do noivo. A influenciadora aproveitou o momento e falou do seu processo de fertilização, o que segundo ela se faz necessário em razão do casal não conseguir engravidar de forma natural.”O Zezé é vasectomizado. Não podemos engravidar naturalmente”, contou Graciele. Mas não é só isso…

Durante a interação alguns fãs de Graciele Lacerda perguntaram a ela sobre os atritos que a influenciadora tem com a ex-mulher de Zezé de Camargo. Graciele disse que tem vontade de se relacionar com Zilu mas que esta decisão não depende só de uma das partes.”Fico feliz de ver que tem gente que torce por isso. Mas não depende de mim”, concluiu.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Falsa enfermeira presa pela PF planejava lucrar R$ 600 mil com venda de supostas vacinas

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (7). A falsa enfermeira, Cláudia Mônica Pinheiro Torres de Freitas, presa pela Polícia Federal (PF), por suspeita de aplicar supostas vacinas contra a Covid-19 em empresários de Belo Horizonte, estava planejando uma venda de aproximadamente 1.000 doses da suposta vacina. Informações da PF apontam que a falsa enfermeira tinha como objetivo lucrar R$ 600 mil com as vendas.

A Polícia Federal descobriu o ato criminoso quando teve acesso a mensagens por telefone trocadas entre Cláudia e familiares. As mensagens mostram que a movimentação financeira da família ‘‘acendeu o sinal de alerta’’ nas instituições financeiras. Em um trecho das mensagens Igor Torres diz a mãe: “a mulher falou que está entrando muito dinheiro na minha conta. É suspeita de lavagem de dinheiro”.

De acordo com o delegado Thiago Severo, os dados bancários dos acusados que ainda devem ser analisados pela polícia, demonstrará o quanto de dinheiro foi movimentado pela família e quais são os envolvidos no ato criminoso.

O delegado ainda informou que muitos pagamentos foram efetuados por meio de transferência bancária e a falta destas informações impossibilitaria a identificação dos envolvidos. A análise bancária possibilitará identificar os envolvidos neste crime.

A PF conseguiu apurar que a falsa enfermeira conseguiu em apenas dois meses comprar dois carros novos, celulares e tabletes para familiares e agilizava a aquisição de um sítio. A polícia apreendeu os bens da falsa enfermeira.

De acordo com informações, até agora já foram ouvidas cerca de 90 pessoas como testemunhas e o objetivo da investigação é identificar o primeiro cliente da falsa enfermeira.‘‘Todos que eu identificar, que tiveram algum relacionamento, que se vacinaram com ela, vão ser intimados para tentar puxar o que a gente chama de paciente zero, a primeira pessoa que decidiu se vacinar com a investigada’’, disse o delegado.

Até o momento três pessoas foram indiciadas: a falsa enfermeira, o motorista que também é genro dela, e o filho de Cláudia. A falsa enfermeira responde o processo em liberdade apesar de ter sido presa em flagrante pela PF anteriormente.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...