Mulher é acusada de tirar a vida do marido e em seguida queimar o corpo em forno

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (12).Uma mulher de 35 anos é acusada de tirar a vida do marido, Erni Pereira da Cunha, 43 anos, e na sequência queimar o corpo em um forno de fumo. O crime aconteceu no município de Dom Feliciano, no interior do Rio Grande do Sul. De acordo com informações, o crime teria acontecido no dia 15 de fevereiro, última vez que o homem foi visto por moradores da localidade. A mulher foi presa temporariamente.

Segundo informações da delegada Vivian Duarte, responsável pelas investigações, a mulher confessou o crime. Em depoimento a acusada contou que dopou o marido com uma substância colocada em um copo de suco e na sequência arrastou o homem até a fornalha que fica no fundo da casa e queimou o corpo.

A polícia investiga o caso como homicídio doloso qualificado, por se verificar a impossibilidade de defesa da vítima e o fato de ter sido premeditado pela mulher. A Vítima e a acusada mantinham um relacionamento há 21 anos e tinham um casal de filhos. O jovem de 20 anos também foi preso por suspeita de envolvimento no crime.

“Ela [a suspeita] relatou que foi agredida e ameaçada durantes esses 20 anos, e que recentemente o homem teria ameaçado agredir também os filhos, o que ela disse que não admitiria. Por isso, afirmou que cometeu o crime”, contou a delegada, que ainda acrescentou que a mulher não fez registros policiais contra o marido.

De acordo com informações, os filhos do casal confirmaram que a mãe sofria agressões. A mulher registrou uma ocorrência de desaparecimento do marido na data do crime. As investigações policiais avançam e aguarda os resultados da perícia para que o inquérito possa ser finalizado.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...