Brinquedo quebra e adolescentes são arremessadas em parque de diversões no ES; local foi vistoriado por precaução

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta segunda-feira (19). Era pra ser uma noite divertida, mas se tornou em noite de insegurança quando duas adolescentes ficaram feridas após serem arremessadas para fora de um brinquedo no parque de diversões localizado no bairro Cohab, em Nova Venécia, Espírito Santo.

O incidente aconteceu na noite desse sábado (17), e segundo o Corpo de Bombeiros o pino de um brinquedo conhecido como ‘sombrinha’ se soltou e teria sido a causa do acidente. Com o brinquedo danificado, uma adolescente foi arremessada para fora e a outra adolescente caiu no assoalho e conseguiu sair andando do local.

A adolescente que foi arremessada para fora do brinquedo estava se queixando de dores no rosto e após ser imobilizada por uma proteção cervical foi encaminhada para o Hospital São Marcos, em Nova Venécia. A outra adolescente envolvida no acidente apresentava um corte na mão, escoriações pelo corpo, além de dores na coluna. O resgate das duas adolescentes foi feito pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu), e após os primeiros procedimentos elas foram encaminhadas para o Hospital Estadual Roberto Silvares, em São Mateus, no Norte do estado.

De acordo com a prefeitura local, o brinquedo foi interditado preventivamente e o dono do parque deve apresentar novos documentos que atestem a regularidade do local. Foi realizada uma vistoria no parque nesta segunda-feira por equipe formada pelo Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e um engenheiro credenciado. As condições de segurança contra incêndio e pânico estavam regulares de acordo com informações do Corpo de Bombeiros.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Polícia apreende adolescentes acusados de envolvimento na morte de garoto autista

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (10). Agentes policiais da Delegacia Territorial (DT), de Itambé, apreenderam nessa sexta-feira (7), os dois adolescentes de 15 anos, suspeitos de envolvimento na morte cruel de um adolescente autista, no município de Itambé, cidade que fica localizada a 575 km de distância de Salvador.

As investigações policiais apontaram que o crime teria sido motivado por supostos desentendimentos existentes entre os acusados e a vítima que foi identificada como Isaac Dias da Silva que tinha 15 anos. Foi verificado pelas investigações que os suspeitos e a vítima tinha um largo histórico de desavenças, disse o coordenador da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itapetinga), delegado Roberto da Silva Júnior.

O mandado judicial foi expedido pela Vara da Infância e Juventude de Itambé o qual já foi cumprido. Depois de apreendidos, os adolescentes foram encaminhados para internação em uma Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case).

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...

Itambé: Polícia Civil e Guarda Municipal prendem adolescentes de 14 anos que tiraram a vida de adolescente autista; ‘disseram ter ouvido vozes’

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (8). A Polícia Civil e a Guarda Municipal de Itambé, cidade que fica 28 km distante de Salvador, desvendaram o caso e prenderam os adolescentes responsáveis pelo crime hediondo que deixou a população local indignada. Os envolvidos que tem as iniciais F. e S. ,de 14 anos, confessaram que o adolescente autista foi morto à facada e com requintes de apedrejamento na sequência. O adolescente autista Isaque Dias da Silva, de 15 anos, foi morto no bairro Felipe Achy e o caso deixou os moradores locais e a família indignados.

Os autores deste crime bárbaro foram identificados após as investigações e foi expedido um mandado judicial em desfavor dos mesmos que já foi cumprido. Mas não é só isso…

A arma usada para cometer o crime foi comprada pelo adolescente F. que assumiu ter se desentendido com o adolescente autista. O acusado teria então convidado o adolescente autista para ir até a beira do rio pardo para em companhia do outro adolescente esfaquearem a vítima. Os adolescentes perceberam que a vítima tinha sido esfaqueada e ainda estava viva, começaram uma sequência de apedrejamento para levar a vítima a óbito.

O adolescente criminoso disse que ouviu uma voz que mandava matar o adolescente autista e beber o seu sangue. Os confessos seguirão para uma unidade de custódia de menores em Salvador.

Da redação do Acontece na Bahia

Ver completo...