Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta terça-feira (13). Em entrevista concedida pela ex-mulher do DJ Ivis, Pamella Hollanda, que foi divulgada nessa segunda-feira (12), foi relatado que as primeiras agressões sofridas por ela aconteceram quando ainda estava grávida de cinco meses.

A primeira vez que ele me bateu foi quando eu estava grávida de cinco meses. Ele me pegou pelo pescoço e me arrastou pelo corredor do antigo apartamento que a gente morava até me jogar no sofá”, disse Pamella ao jornalista Leo Dias.

Pamella afirmou que as agressões aconteceram porque Ivis a enxergava como um fardo. “Eu estava grávida, longe da família, em uma pandemia, então eu estava sentindo muita coisa. Se eu chegasse para falar que estava triste, ansiosa, era como se eu estivesse enchendo a paciência dele. Ele vivia sempre a ponto de explodir”, contou. Mas não é só isso…

Na entrevista Pamella ainda contou que as agressões não ficaram só na primeira vez, mas que se repetiram “muitas vezes” e conta ainda sobre o “terror psicológico muito grande” que sofria.

 

Da redação do Acontece na Bahia 

Assuntos relacionados

TSE pede investigação do STF sobre fake news ditas por Bolsonaro contra urnas eletrônicas

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (3). O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pediu em votação unânime que o Supremo Tribunal Federal (STF), investigue o presidente […]

DPE pede R$ 200 milhões em ação envolvendo morte de tio e sobrinho em supermercado

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (3). A ação movida contra a rede de supermercado Atakarejo pela Defensoria Pública Estadual (DPE), da Bahia, estabelece uma indenização de […]