Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta segunda-feira (5). As divergências políticas em âmbito nacional envolvendo o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o ex-presidente Lula (PT), prováveis nomes a concorrerem à presidência da República em 2022, têm gerado um clima de tensão que só aumenta entre pedetistas e petistas no Ceará. Os conflitos têm colocado uma ‘‘pá de cal’’ na boa relação entre os dois partidos, desgastada ao longo dos anos, e colocado em xeque os projetos no estado.

De acordo com líderes dos dois partidos no Ceará, o governador Camilo Santana (PT), será o nome a promover a trégua entre PT e PDT, com o objetivo de conservar a parceria político-administrativa para a sucessão ao governo do estado.

A boa relação entre PT e PDT diminuiu em 2018 com divergências políticas surgidas nas eleições presidenciais. Ciro Gomes, de um lado, era candidato a presidência da República pelo PDT e esperava ser apoiado pelo PT, o que segundo ele não aconteceu. O PT tinha como candidato Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo.

Ainda no primeiro turno o ex-ministro Ciro Gomes fez diversos ataques ao PT, como por exemplo o longo período no poder atrelado aos casos de corrupção denunciados pela Operação Lava-jato. No segundo turno das eleições de 2018, que tinha Jair Bolsonaro e Fernando Haddad como opções, o pedetista não fez campanha para o PT, mas optou por viajar para a Europa e se distanciar do pleito. Mas não é só isso…

As tentativas de trégua ocorridas até hoje entre Ciro Gomes e Lula foram patrocinadas sobretudo pelo governador Camilo Santana, que é a maior liderança petista no Ceará. Houve uma reunião entre eles em 2020, em São Paulo, na sede do Instituto Lula, gerando especulações de uma possível trégua entre PT e PDT, com objetivos eleitorais para 2022. Apesar da aparente trégua entre Lula e Ciro Gomes, a tensão tem aumentado atualmente com o pedetista fazendo críticas ao PT e ao ex-presidente Lula.

“Sairá da cabeça da nação brasileira essa espada que obriga a esquecer todas as contradições do Lula e do PT só para se livrar do mal maior, mais emergente, mais doído, que é a tragédia do genocida e corrupto Bolsonaro”, contou Ciro Gomes ao site Uol, nessa sexta-feira (2).

Da redação do Acontece na Bahia

 

Assuntos relacionados

Deolane Bezerra divulga agenda de shows que é disputada por 56 contratantes interessados; 1ª apresentação será em novembro

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (21). A advogada criminalista Deolane Bezerra, viúva do cantor MC Kevin, está se lançando na carreira artística como DJ e […]

Paulo Guedes confirma auxílio de R$ 400 até final de 2022 e estuda estratégia de alterar teto de gastos

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (21). Em evento promovido nessa quarta-feira (20) pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o ministro da economia Paulo Guedes, […]