Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (30). A morte de Elias Emanuel Martins Leite, 6 anos, deixou a população de Caratinga e Santa Bárbara do Leste, MG, indignada pela forma como aconteceu. O pai do menino Elias é acusado de agredi-lo com socos e chutes nesse domingo (27), e várias pancadas na cabeça foram a causa da morte de Elias. O delegado de Polícia Civil, Ivan Lopes Sales, disse que o pai do garoto, que tem 26 anos, está preso e a disposição da justiça acusado do crime de tortura qualificada.

Elias foi agredido com socos no rosto, levou uma rasteira e ao cair bateu com a cabeça. O menino foi agredido por não conseguir responder a tarefa da escola. Segundo informações, o pai de Elias tentou socorrer o filho mas não teve sucesso. Quando encaminhou o menino para a UPA de Caratinga, os médicos estranharam as lesões e acionaram a polícia. O pai do garoto revelou que havia agredido Elias em razão de estar bêbado. Elias precisou ser transferido para a UTI Infantil do Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, falecendo nessa segunda-feira (28).

A família do pequeno Elias autorizou a doação dos órgãos e disse que esta é uma forma de salvar outras crianças. Nivaldo Fonseca, avô materno de Elias, disse que o pai do menino é um ‘‘monstro’’ em razão de ter desfigurado o rosto de Elias. Disse ainda que o pai já havia agredido Elias anteriormente e a avô materna o teria denunciado para o Conselho Tutelar de Santa Bárbara do Leste e de Caratinga. Nivaldo disse que Elias havia morado com os avós por um tempo, mas que o pai havia conseguido a guarda do filho novamente.

O Conselho Tutelar emitiu uma nota se pronunciando sobre o caso: Veja.

O Conselho Tutelar de Caratinga, órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelos direitos das crianças e adolescentes, definidos em Lei Federal nº 8069/90 do ECA, vem a público prestar esclarecimentos acerca de sua atuação no caso envolvendo a criança E.E.M que teve morte encefálica constatada em 28/06/2021, após ter sofrido agressões físicas por parte do genitor. Inicialmente, destacamos que no ano de 2020, após atuação do Conselho Tutelar, a criança foi entregue à avó materna, que se tornou sua guardiã legal em agosto de 2020.   Informamos ainda, que, em nenhum momento, o Conselho Tutelar atuou para devolver a criança ao pai, até porque, em se tratando de alteração de guarda, e havendo processo judicial em trâmite, apenas o Poder Judiciário possui competência para assim agir. Por fim, esclarecemos que, em abril do corrente ano, o Conselho Tutelar obteve a informação de que a vítima havia sido novamente entregue, pelos familiares, aos cuidados do pai, o que resultou na oitiva e advertência do responsável, conforme previsão no Estatuto da Criança e do Adolescente. O Conselho Tutelar, por meio de suas conselheiras, reitera o compromisso de atuar em prol das crianças e adolescentes de Caratinga, lamenta imensamente a tragédia envolvendo E.E.M e se solidariza com amigos e familiares, diante de tão grande perda.

Da redação do Acontece na Bahia

Assuntos relacionados

‘Mendigato’, como ficou conhecido, viraliza na Web e família o reconhece

Uma notícia tem circulado nas redes sociais neste sábado (24). Uma família de Ponta Grossa, interior do Paraná, reencontrou um familiar, morador de rua, que viralizou na internet após ter […]

‘Eduardo Costa?’, detonam fãs o novo visual de Gusttavo Lima que se prepara para turnê

Uma notícia tem gerado muitos comentários nas redes sociais neste sábado (24).O novo visual do cantor Gusttavo Lima tem gerado mutos comentários na web. Com novo visual, o resultado apresentado […]