Uma notícia tem circulado nas redes socais nesta sexta-feira (25). Uma liminar do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro proíbe jovem que acusa o cantor Anderson Leonardo de estupro, de fazer citações públicas ou por meio das redes sociais com multa de R$ 1 mil a cada publicação feita envolvendo o cantor do grupo Molejo. A decisão foi assinada pela juíza Ana Paula Azevedo Gomes da 7ª Vara Cível da Comarca de Campo Grande, Rio de Janeiro.

A decisão judicial também determina que conteúdos anteriores terão que ser removidos, com multa diária de R$ 5 mil pelo atraso na exclusão dos conteúdos que envolvem o artista. A juíza avalia que o cantor Anderson Leonardo sofreu prejuízos em razão das acusações sofridas em público. A decisão judicial ainda pode ser objeto de recurso. Está agendada para o dia 8 de julho uma nova audiência presencial sobre o caso envolvendo o cantor Anderson Leonardo e o dançarino. De acordo com informações novos depoimentos serão tomados para embasar a decisão judicial. Mas não é só isso…

Por meio das redes sociais o cantor Anderson Leonardo publicou um vídeo comemorando a liminar além de fazer uma postagem contendo um trecho da decisão judicial. O cantor do grupo Molejo foi acusado formalmente de abusar de jovem dançarino no dia 3 de fevereiro e é investigado pela justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

Assuntos relacionados

Aeronave com 18 torcedores de time de beisebol cai no Texas e todos sobrevivem ao acidente

Uma notícia tem sido manchete nos principais meios de comunicação nesta quarta-feira (20). Um acidente aéreo improvável aconteceu nessa terça-feira (19) e envolveu uma aeronave que viajava de Houston a […]

Rede de fast food demite funcionário após vídeo com alimentos em vaso sanitário ser publicado

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (20). O funcionário da rede de fast food Subway, Jumanne Clary, foi demitido pela empresa após divulgar um vídeo onde […]