Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (7). Davi Silva Sabino, 22 anos e instrutor de surf, foi executado junto com o avô, Francisco Alexandre Filho, no dia 23 de abril em Varjota, Fortaleza. O jovem foi alvo de vários disparos de arma de fogo em meio a sua tentativa frustrada de se esconder embaixo da cama. Mas não é só isso…

De acordo com o promotor André Clark Nunes Cavalcante, titular da 165ª Promotoria de Justiça de Fortaleza, as cinco pessoas que já são consideradas réus pela Justiça, confundiram o instrutor de surf com o filho de Francisco e tio de Davi, que segundo o promotor pertenceria à organização criminosa conhecida como GDE. O promotor ainda informou que os réus seriam pertencentes à organização Comando Vermelho (CV).

Apresentamos a denúncia ao Poder Judiciário na última terça-feira (4) e a denúncia foi recebida ontem (nesta quinta-feira, 6). Os cinco acusados já são réus na ação penal”, explicou o promotor. O tio do instrutor de surf é acusado de um homicídio cometido semanas antes e deverá ser ouvido como testemunha no caso quando for localizado pela polícia.

Da redação do Acontece na Bahia

Assuntos relacionados

‘Mendigato’, como ficou conhecido, viraliza na Web e família o reconhece

Uma notícia tem circulado nas redes sociais neste sábado (24). Uma família de Ponta Grossa, interior do Paraná, reencontrou um familiar, morador de rua, que viralizou na internet após ter […]

‘Eduardo Costa?’, detonam fãs o novo visual de Gusttavo Lima que se prepara para turnê

Uma notícia tem gerado muitos comentários nas redes sociais neste sábado (24).O novo visual do cantor Gusttavo Lima tem gerado mutos comentários na web. Com novo visual, o resultado apresentado […]