Uma notícia causou burburinho nas redes nesta tarde de sexta-feira (7). Policiais encontraram a ossada de uma mulher, identificada como Maria Jaqueliny Mendes e Silva, que estava desaparecida desde 2015, em Teresina (PI). Os ossos da mulher foram encontrados em sua antiga residência após o principal suspeito de ter cometido o crime ter sido preso.

Os policiais afirmaram que o boletim de Ocorrência registrando o desaparecimento da mulher foi feito apenas em 2020, porém, o documento informava que não se tinha notícias da mulher desde 2015.

Além disso, ela tinha um relacionamento com um homem casado, que é o principal suspeito do crime.

Ele teria colocado a casa onde a mulher morava anteriormente a venda com o argumento que ela teria ido morar em outro estado.

De acordo com as testemunhas, a polícia descobriu que ela era agredida pelo companheiro com frequência e que houve uma briga feia entre o casal no dia que ela desapareceu.

“Nessa confusão houve barulho de objetos quebrando dando a entender que eles estavam em luta corporal. Por fim informou-se que Jaqueliny chegou a pedir socorro e gritar que ele iria lhe matar e após isso tudo silenciou”, afirmou a polícia Civil.

Assim, após ser preso, o homem confessou o crime e contou à polícia onde se encontrava o corpo.

“Às 23h, após exaustivo trabalho de escavação realizado por equipe que acompanhava os membros desta DHPP, foi encontrado ao lado de um pé de manga que fica localizado no quintal da residência onde morava Jaqueliny, várias peças de roupas femininas e uma ossada completa de corpo adulto. Esses restos mortais serão objeto de verificação de compatibilidade genética para comprovar a identidade”, informou a Polícia Civil.

Da redação Acontece na Bahia.

Assuntos relacionados

TSE pede investigação do STF sobre fake news ditas por Bolsonaro contra urnas eletrônicas

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (3). O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pediu em votação unânime que o Supremo Tribunal Federal (STF), investigue o presidente […]

DPE pede R$ 200 milhões em ação envolvendo morte de tio e sobrinho em supermercado

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (3). A ação movida contra a rede de supermercado Atakarejo pela Defensoria Pública Estadual (DPE), da Bahia, estabelece uma indenização de […]